O Grupo Turma do Pagode, foi fundado em 27 de Setembro de 1994, na Zona Norte de São Paulo e é composto por 8 integrantes dos quais são: Leiz (tantã e vocal), Caramelo (banjo e vocal), Rubinho (pandeiro), Thiago e Neni (percussão), Marcelinho TDP (cavaquinho), Leandro Filé (violão) e Fabiano Art (surdo).

O CD/DVD “O Som das Multidões” marca mais que uma década de carreira da Turma do Pagode – marca o resgate de toda trajetória de um grupo de amigos que começou em um pagode de mesa em uma das casas tradicionais de samba de São Paulo, cruzou todo o país e todo o dia das rádios e voltou à cidade natal para este registro ao vivo de celebração da música.

Mais que resgate, um agradecimento. Afinal o Credicard Hall lotado em fevereiro deste ano não ficou apenas com os grandes sucessos dos cinco discos e do DVD anteriores. Ganhou 14 inéditas e 10 músicas revisitadas. Fora as extras que entraram no DVD.

turma-do-pagode-texto-sambando“No primeiro DVD (“Esse é o Clima”, de 2010) já tínhamos gravado grande parte dos sucessos. Para este priorizamos inéditas e outras de nosso repertório que não couberam”, conta Thiagão, um dos integrantes do conjunto. Com aquele, rodaram o Brasil. O que lhes mostrou a diferença e a necessidade que o público tinha de mais este registro, já que em cada cidade que se apresentavam uma música da trajetória era a queridinha local.

Se com os discos anteriores desenharam uma longa estrada de composições, iniciada com estímulo do amigo Netinho de Paula, nos idos de 2001, neste registro se firmam como o grupo de pagode que inova por trazer para o palco o samba da maneira que acham que o samba deve ser vestido.

Quando o assunto é uma possível carreira solo, Leiz descarta seguir os passos já traçado por outros artistas e amigos como ThiaguinhoPériclesBelo, Alexandre Pires e até mesmo Leandro Lehart.

“Eu nunca pensei nisso e creio que isso não acontecerá. Sempre fui do povo, cresci no meio do povo e não me acostumaria a ficar sozinho, sem meus companheiros. Até mesmo na questão de convivência. Sou da Turma do Pagode e assim vou seguir pelo resto da minha vida”, afirmou.

Para Leiz, o momento de destaque do pagode e do samba na verdade nunca foi embora. “Muita gente fala isso aí, que o samba voltou com força total. Mas a verdade é que o samba e o pagode sempre estiveram ali (em cena), a média de shows que a gente fazia não aumentou nem diminuiu.”

“As novelas e rádios estão tocando mais samba, estamos num momento legal, de músicas melhores, e o pessoal está voltando a frequentar samba de segunda a segunda. Mas o samba sempre esteve nessa fase legal.”

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo do pagode é demais show. Adoro sertanejo e samba e pagode . Turma do pagode e minha inspiração escrevo letra de música tenho várias séria uma grande alegria se a produção se interessasse por elas seria o meu grande sonho realizado. Adoro turma do pagode ❤❤🎸😍🎼🎤❤

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome