A Liesa é responsável por organizar o Desfile das Escolas de Samba um dos maiores eventos dentro dos festejos do carnaval brasileiro.

Considerada como maior festa da cultura brasileira o carnaval literalmente pára o Brasil: Praticamente todo mundo vai pra rua brincar o carnaval e aí não tem jeito: carnaval é aglomeração certa.

Mas outro evento tem causado este efeito de parar o país. Não é um evento festivo é uma pandemia do coronavírus que tem ameaçado a festa do Carnaval 2021.

O debate é amplo: Alguns querem manter o carnaval 2021, outros dizem que o mais prudente é adiar e até cancelar.

Na Bahia o Governador já avisou que sem uma vacina não tem carnaval.

Fato é que enquanto o Carnaval é festa para uns, para outros é sinônimo de muito trabalho e garantia de comida na mesa.

A indústria do carnaval gera milhões para a economia e emprega milhares de pessoas especialmente no Rio de Janeiro onde o carnaval garante o sustento de grande parte da população.

Mas como preparar um desfile com a grandiosidade do Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro com as necessidades de isolamento social?
É praticamente impossível.

Em função disso, muitos dirigentes e carnavalescos já manifestaram-se publicamente que são a favor do adiamento.
É o caso de Leandro Vieira da Estação Primeira de Mangueira que declarou que apóia a ideia de adiar o carnaval 2021.

O tempo está passando, a esta altura as escolas já teriam seus enredos definidos e a produção do carnaval 2021 já estaria a todo vapor.
Mas com os números da COVID-19 aumentando, fica cada vez mais difícil fazer a engrenagem do carnaval girar.

Até o momento a LIESA, Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, permanecia em silêncio.
Porém diante da realidade do contágio pelo coronavírus que já infectou mais de um milhão de brasileiros, a LIESA não poderia manter-se calada.
Assim, a LIESA prepara para os próximos dias uma reunião com dirigentes das Escolas de Samba do Rio de Janeiro uma reunião para debater o destino dos Desfiles das Escolas de Samba 2021.

Fontes dizem que a proposta será realmente de adiamento o carnaval 2021.
A opinião que parece unânime é que o desfile 2021 só acontecerá na data original, em fevereiro 2021 se, antes da data, houve uma vacina contra o coronavírus ou pelo menos um medicamento eficaz e o que é ainda mais difícil: a curva de contágio ficar próxima de zero.

Como até o momento não existe vacina nem remédio e a curva de contágio só aumenta principalmente no Rio de Janeiro, o jeito é pensar num plano B ou C.

Entre estes planos o que está em alta é o adiamento do desfile das escolas de samba para março, maio ou até para o feriado de Corpus Christi ou seja junho de 2021.

Tudo ainda é incerto. A única certeza é que a LIESA e as Escolas de Samba do Rio de Janeiro terão que decidir o destino do carnaval 2021 nos próximos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome