O Verbo embalar sempre esteve associado à cantora Gilmelândia (Gil).

Com 20 anos de carreira, passagens por vários blocos e músicas que até hoje fazem parte do imaginário popular, essa cantora não se intimidou em meio aos desafios típicos do disputado mercado musical e conseguiu construir uma carreira marcada por uma voz forte e penetrante, um jeito impar de cantar e uma disposição única para levar aos seus fãs a alegria necessária para arrastar multidões por onde passa.

Adepta a inovações e sempre preocupada com as tendências dos universos musical e da moda, Gil moldou uma imagem de cantora alto astral, de bem com a vida, “camaleônica”, sempre inovando no visual, criteriosa com seu repertório, consciente do seu papel social e sempre atenta ao poder da palavra emitida em grandes proporções quando se tem um microfone na mão. É também uma das madrinhas da campanha nacional de “Combate ao Abuso Sexual Infantil”, que tem rodado o Brasil em eventos de conscientização e prevenção.

gilmelandia-texto-sambandoJá desfilou no Carnaval de Salvador com o Bloco da Gil, trazendo como tema o “Combate ao Câncer de Mama”, por ser madrinha da campanha na Bahia. Essas características fazem de Gil uma das artistas mais respeitadas e reconhecidas pelo público brasileiro e a imprensa nacional. Filha de Joana D’Arc Palmeira e Orlando dos Santos, Gilmelândia Palmeira dos Santos nasceu na cidade de  lt Salvador , capital da  Bahia .

Seu nome é uma junção de Jumelândia, homenagem a uma amiga de sua mãe, com Gil, referente à Barra do Gil, praia da  Ilha de Itaparica , onde seus pais passaram a  lua-de-mel , tendo como irmãos Angstrom (Tom), Celsius e Flávia. Em  1990 , uma vizinha, que sempre lhe ouvia cantar enquanto lavava roupas no quintal, lhe apresentou o músico Tom Caldas.

Logo depois, o músico e cantor se tornou seu parceiro musical. Ainda com o impedimento da família, que temia o envolvimento da cantora com bebidas e drogas, Gil passou a cantar escondida em bares e festivais junto com Tom, fugindo de casa para se apresentar. Conciliando com a dupla, Gil integrou outras bandas como Pinote,  Jóia (banda)  e  Laranja Mecânica .

Na banda Pinote, foi convidada por Sissi Melo, backing vocal e colega de banda, para gravar a música “Peraê”, do compositor Marquinhos Carvalho, marido de Sissi. O compositor mostrou a canção ao cantor Netinho que, na época, procurava uma vocalista para a Banda Beijo, parada desde sua saída em 1992. Netinho se encantou pela belíssima voz de Gil, e a convidou para ser a nova vocalista da Banda Beijo. Em  1997 , se separou da dupla com Tom Caldas, encerrando sua carreira independente em um último show  Lagoa do Abaeté , após assinar com a  Universal Music  para ser a nova vocalista da  Banda Beijo .

Gil faz shows por todo Brasil e exterior e é pura eletricidade, sambando, cantando e agitando a a massa por onde passa.

Um furacão! Uma artista multi-cultural, do axé ao mais belo show “Canta Caetano”.

Contratar o Gilmelândia (Gil) para shows e eventos corporativos e sociais ficou mais fácil.

CLIQUE AQUI ou ligue:

Telefones: (71) 3512-0818  / (21) 3823-0535)

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome