tijuca-texto-sambando2O Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca é a terceira Escola de Samba mais antiga do Brasil. Seus fundadores tinham o objetivo de defender as raízes tradicionais do folclore brasileiro e também de lutar pelas causas populares.

Lutas que sempre se fizeram presentes no sangue e na alma de seus antepassados, sofridos e expurgados da expressão cultural que mais amavam e cultivavam: o samba.

A partir do século XX, a cadeia montanhosa da Tijuca passou a ser habitada por escravos, descendentes e alforriados que deixavam para trás a falida zona cafeeira do Vale do Paraíba. A classe mais abastada que habitava a Usina e a Tijuca estava também em plena decadência. Foi nessa época que as famílias de nossos fundadores se instalaram no complexo de morros do Borel.

A Unidos da Tijuca foi criada a partir da fusão de quatro blocos existentes nos morros da Casa Branca, da Formiga e da Ilha dos Velhacos. Em 1931, no dia 31 de dezembro, na subida da rua São Miguel, 130, na casa 20, da família Vasconcelos, homens e mulheres se uniram para fundar a Unidos da Tijuca.

Na década de 1970, os dirigentes começaram a mudar essa situação buscando gente nova para recuperar o prestígio da escola. Com o assessoramento dos antigos e a comunicação com a comunidade, a agremiação melhorou significativamente seus resultados nos concursos.

Nessa época, outros artistas contribuíram com a ascensão da escola. Dentre eles, Laíla (o da Beija-Flor) filiou-se à Unidos da Tijuca; Paulo César Cardoso apresentou enredos mais modernos e nacionalistas; e Renato Lage criou cenografias fantásticas, aliando o tradicional e o moderno, fazendo com que, em 1980, escola retornasse ao primeiro grupo, depois de 22 anos no grupo de acesso.

Em 1998, ano do centenário do Clube de Regatas Vasco da Gama, um dos times com a mais bela história do Futebol Mundial, a Tijuca levou para a avenida o enredo “De Gama a Vasco, a Epopéia da Tijuca”.

O título de campeã na avenida, não veio, mas o enredo “Vamos vibrar meu povão (é gol, é gol)/A rede vai balançar, vai balançar/Sou Vasco da Gama, meu bem/Campeão de terra e mar”  eco até hoje pelos estádios de todo Brasil, cantado pela gigante e apaixonada torcida vascaína ganhando também destaque mundial.

A partir de 2004, com a contratação do carnavalesco Paulo Barros, que despontava no grupo de acesso, a Unidos da Tijuca surpreendeu e conquistou o público e a imprensa, garantindo o seu lugar entre as primeiras colocadas, apresentando a cada ano magníficos e admiráveis carnavais.

“É segredo, não conto a ninguém Sou Tijuca, vou além O seu olhar, vou iludir A tentação é descobrir”

A partir de 2010 a comissão de Frente ganhou destaque: Com o enredo “É Segredo” (2010) o público ficou tentando a descobrir como as bailarinas trocavam de roupa em uma rapidez impensável.  Não teve pra ninguém e a escola se sagrou campeã.

Em 2011, outra surpresa também na comissão de frente quando os bailarinos literalmente “perdiam a cabeça”. Aquela imagem surpreendente ficou na memória acompanhada do enredo que ecoou pela avenida, resgatando a paixão da comunidade:

Eu sou Tijuca, estou em cartaz/ Sucesso na tela meu povo é quem faz/ Sou do Borel da gente guerreira/A pura cadência levanta poeira.

Ocorre, então, o resgate da auto-estima do tijucano que participa mais, ao mesmo tempo em que ganha outros e novos adeptos, passando a ser vista por todos com o merecido reconhecimento e respeito do mundo do samba.

Em 2014, levando o ídolo Ayrton Senna para a Avenida, novamente a Unidos da Tijuca chega na frente e é campeã.

Comandada pelo empresário português Fernando Horta, a Unidos da Tijuca se reestruturou com uma sólida gestão empresarial.

Hoje a Tijuca tornou-se uma das escolas mais aguardadas da Sapucaí e serve como modelo de empreendedorismo e modernidade para escolas de samba do mundo inteiro e também para pequenas e grandes empresas. Aplaudida pelo público e crítica especializada, passou a integrar, consecutivamente, o elenco das escolas do Desfile das Campeãs, disputando ano a ano o título do Carnaval carioca. Fazer carnaval e arte com cunho cultural tem sido nosso objetivo e a razão do nosso sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome