24.7 C
Brasil
quarta-feira, novembro 30, 2022

Loja Sambando

spot_img

Samba em Brasília: Shopping promove festival de samba

O samba pede passagem no coração da Capital Federal!

Direto das redes

spot_img

O Evento reúne grandes intérpretes e instrumentistas numa série de shows gratuitos no Jardim Urbano do shopping no mês de agosto, em homenagem ao compositor Arlindo Cruz

O samba pede passagem no coração da Capital Federal! O Conjunto Nacional promove a primeira edição do Festival Samba em Conjunto, com uma série de cinco shows gratuitos, que além de reunir grandes intérpretes e instrumentistas da cena do samba brasiliense, rendem merecida homenagem ao grande compositor, cantor e instrumentista Arlindo Cruz, vítima de um AVC em 2017 e desde lá luta para se recuperar.

Como compositor, Arlindo tem mais de 500 músicas gravadas por artistas parceiros. Entre os seus maiores sucessos estão as canções Meu nome é favela, Ainda é tempo pra ser feliz, Casal sem vergonha (em parceria com Acyr Marques), Coisa de pele (em parceria com Jorge Aragão).

Esses sucessos e muitas outras maravilhas compostas por Arlindo Cruz serão relembradas durante o mês de agosto, nas apresentações de Carol Nogueira (6), Karla Sangaleti (7), 7 na Roda (13), Teresa Lopes (20) e Victor Angeleas (27), todos acompanhados por grandes instrumentistas consagrados na cena musical de Brasília. Os shows são gratuitos e acontecem sempre na nova área aberta do Conjunto Nacional, o Jardim Urbano, localizado no 3º Piso do shopping, acima da tradicional Praça de Alimentação.

Abertura do Festival Samba em Conjunto com Beba em Conjunto

A combinação samba e cerveja é sinônimo de coisa boa! É assim que vai começar o festival Samba em Conjunto. No final de semana de abertura, além de curtir os shows de Carol Nogueira, no sábado, e de Karla Sangaleti, no domingo, a partir das 14h, o público vai poder desfrutar o melhor da cerveja artesanal com mais uma edição do Beba em Conjunto (@bebadoquadrado), com mais de 90 torneiras de chopes artesanais, com degustação e entrada gratuita, das 12h às 22h.

O evento tem as presenças confirmadas das cervejarias Ayres, Brassaria, Brother Brew, Corina, Cruls, Dourado e Kombee, que oferecem diversos tipos de cervejas artesanais, com sabores e aromas surpreendentes, prometendo atender os paladares mais exigentes. O Texanos BBQ será responsável pelo churrasco, que contará com cortes especiais e acompanhamentos incríveis. A novidade fica por conta do sorvete de cerveja alcoólico (4,5%) e também na versão sem álcool.

Sobre o Homenageado

Nascido em Madureira, no Rio de Janeiro, em 14 de setembro de 1958, Arlindo Cruz é um dos grandes nomes do mundo do samba e do pagode. Talentoso, ele é cantor, compositor e instrumentista. Com 6 anos de idade, o pequeno Arlindo Cruz recebeu de presente um cavaquinho do pai, seu primeiro professor. Nessa ocasião, já sentiu despertar o seu interesse pela música.

Ajudou a criar, durante a década de 70, o bloco carnavalesco Cacique de Ramos, que se reúne todos os anos no bairro. Foi ali que conheceu alguns músicos que viriam a formar o grupo Fundo de Quintal. Arlindo Cruz esteve na primeira formação do Fundo de Quintal e juntos lançaram vários discos. Foram 12 anos de parceria.

Com o tempo, Arlindo Cruz sentiu necessidade de desenvolver uma carreira solo, que acabou por ser lançada em 1993. Até 2017 o cantor gravava CDs e DVDs e fazia shows e apresentações regulares.

Programação

– 06 de agosto, das 14h às 16h

Carol Nogueira

A cantora Carol Nogueira, nascida no Rio, foi criada em Brasília e a escolheu para iniciar sua carreira musical. Desde criança, sempre gostou de ouvir grandes nomes do samba como Cartola, João Nogueira, Dona vone Lara, Beth Carvalho e muitos que participaram da sua formação musical. Em 2009, começa a cantar profissionalmente e iniciou sua carreira no grupo Maracagalha. Desde 2017, Carol integra o coletivo “Mulheres de Samba”, tendo a oportunidade de estar ao lado de grandes artistas da cidade homenageando ícones femininos do samba. Em 2019, abriu o show de Diogo Nogueira, com este coletivo. Carol também integra o coletivo “Mulheres Presentes”. Nos shows são destacadas artistas que se destacam em suas artes.

No Samba em Conjunto, Carol se apresenta com seu quinteto e estará acompanhada de Pedro Vasconcellos (cavaquinho), Igor Diniz (contrabaixo), Jackson Delano (sax/flauta) e Stive Marta (bateria).

– 07 de agosto, das 14h às 16h

Karla Sangaleti

O amor pelo samba veio desde a infância de Karla Sangaleti, em encontros familiares ao som dos clássicos de raiz, partido alto e afro-sambas, com sua família vinda do Rio de Janeiro para tentar a vida na capital. Karla trilhou seu caminho no samba, com shows no Bar Brahma, Feitiço Mineiro, Bar do Ferreira, Pinella, e ainda com participações com o grupo Candanguero, Filhos da Dona Maria, a Banda Galo Cego, 7 na Roda, Samba Urgente. Destaque para o projeto Karla Sangaleti convida, realizado no Pinella, em setembro de 2013, que contou com as presenças de Mirian Marques, Ana Reis, Cris Pereira, Teresa Lopes e Vinícius de Oliveira, com o acompanhamento de Felipe Pessoa, Gabriel Pardal, Sérgio Rocha e Pedro Molusco.

Em 2016 integrou o “Na aba do meu chapéu”, projeto composto pela cantora Anahi e o cantor Breno Alves, onde os três, além de fazerem interpretações, contavam as mais interessantes e variadas histórias do samba. Também em 2016 nasceu o projeto “Mulheres de Samba”, coletivo composto por cantoras, musicistas e compositoras da cidade, do qual Karla Sangaleti fez parte desde sua criação. Em 2019, abriu o show do Diogo Nogueira, na festa intitulada Pé na Areia, e dividiu o palco com Sombrinha, juntamente com o Samba Urgente. No Samba em conjunto, está luxuosamente acompanhada de Nelsinho Serra (cavaquinho), Amílcar Paré (violão) e Rogério Córdoba (pandeiro).

– 13 de agosto, das 13h às 15h

7 na Roda

Às vésperas de completar 15 anos de carreira, o 7naRoda é reconhecido por seu trabalho autoral e por prestar reverência ao samba raiz. A versatilidade e competência musical de seus integrantes garantiram o reconhecimento como roda de samba mais tradicional de Brasília. Com respeito à Velha Guarda, o grupo transita, em todos os seus espetáculos, entre clássicos de grandes mestres do estilo musical mais popular do país, composições próprias e sucessos mais recentes de artistas renomados do cenário nacional. Nomeado “Adora Roda” em seus dez primeiros anos, o 7naRoda apostou em seu primeiro trabalho audiovisual em 2019. O acústico foi lançado em todas as plataformas em março de 2020 e, em menos de um mês, alcançou a marca de 100 mil visualizações. Finalistas de diversos festivais e ganhadores em 2013 do Prêmio de Melhor Música da Rádio Nacional, os talentosos músicos já fizeram dobradinhas com Monarco, Nelson Sargento, Fabiana Cozza, Leandro Fregonesi, Almir Guineto, Noca da Portela, Juliana Diniz e Moysés Marques. Hoje, fazem parte do 7naRoda os músicos Breno Alves (pandeiro e voz), Kadu Nascimento (percussão e voz), Guto Martins (percussão), Dudu 7 (Banjo e Voz) e Pedro Molusco (Cavaquinho), Rodrigo Dantas (Violão 7 Cordas) e Jakson Delano (Sopros).

– 20 de agosto, das 13h às 15h

Teresa Lopes

Conhecida pela interpretação diferenciada, grande potencial vocal, pesquisa de repertório refinada e musicalidade marcadamente influenciada pelas sonoridades afro-brasileiras, Teresa é uma fiel representante do samba produzido em Brasília e do legado cultural de grandes cantoras negras brasileiras. Em sua trajetória, figuram apresentações junto a nomes consagrados do samba, como Almir Guineto, Luís Carlos da Vila, Neguinho da Beija-Flor, Fundo de Quintal, Arlindo Cruz e Fabiana Cozza. Já se apresentou em outros países como Portugal, Holanda e Noruega. O primeiro CD da cantora, intitulado Clara Essência, tem a direção musical do violonista Rafael dos Anjos e é composto, em sua maioria, por sambas assinados por compositores nascidos e/ou radicados em Brasília. No Samba em Conjunto, ela se apresenta com Amílcar Paré (violão), Bruna Tassy (cavaquinho), Daniel Rodrigues e Eddie.

– 27 de agosto, das 13h às 15h

Victor Angeleas Quinteto

Victor Angeleas é bandolinista de 10 cordas, multi-instrumentista, mestre em música, compositor, arranjador, produtor e diretor musical. Já gravou diversos álbuns solo e com músicos renomados. Com sua linguagem arrojada que valoriza a singeleza, a beleza, a sonoridade, a improvisação e o virtuosismo, ele busca expressar sua arte livre e conscientemente, a fim de contribuir com a construção e o desenvolvimento da moderna música brasileira. Angeleas participa de importantes projetos como Gypsy Jazz Club, Face Musical, Grupo Sai da Frente, e o Samba Urgente. No Festival Samba em Conjunto, ele se apresenta com Amílcar Paré (violão e voz), Anne Vasconcellos (pandeiro e voz), Gigi Capozolli (reco reco e voz) e Yara Alvarenga (tantan e surdo).

Festival Samba em Conjunto

Data: Dias: 6, 7, 13, 20 e 27 de agosto

Local: Jardim Urbano – Terceiro Piso – Conjunto Nacional

Entrada Gratuita

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Confira também

É o Tchan

É o Tchan - O grupo mais querido do Brasil, surgiu em Salvador, no começo dos anos 80, com o...
- Você também pode aparecer aqui -spot_img

Você também vai gostar

- Publicidade -spot_img