A Roda de Samba do Trabalhador no Renascença Clube, mudou a cara da segunda-feira: no dia que era a “folga” de artistas e compositores Moacyr Luz passou a reunir esta galera no “Rena” para trocar ideia sobre musica! O nome “Samba do Trabalhador” não poderia ser mais sugestivo e o sucesso da roda comandada por Moacyr Luz, ganhou adeptos, fãs, virou ponto de encontro, de visitação turística e agora também Livro.

O Jornalista Daniel Brunet resolveu criar um livro dedicado somente à uma das mais famosas roda de samba do Rio de Janeiro. Como em um dicionário do samba, o autor reuniu as trajetórias de cem grandes personagens da roda em minibiografias. Artistas famosos, como Arlindo Cruz, Beth Carvalho e Teresa Cristina viraram verbetes ao lado de compositores desconhecidos do grande público, mas fundamentais para a história da roda de samba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome