O Samba é Porta-Voz, foi simbolicamente lançado nas redes sociais na véspera da Páscoa:

No combate a pandemia do Coronavírus sambistas se uniram para fazer um samba em forma de prece com mensagem reforçando a importância de seguir as recomendações da OMS para dissipar a pandemia.

O samba recebeu o nome emblemático de “O Samba é Porta-Voz”.

Os Compositores Dudu Nobre, Diego Nicolau e Zé Paulo Sierra uniram-se e num esforço conjunto criaram um samba maravilhoso que reúne o que de mais importante precisamos para vencer este momento difícil: fé, cuidado e solidariedade.

Em forma de samba-enredo, o Samba é Porta-Voz, é cantado por Dudu Nobre em conjunto com grandes intérpretes das Escolas de Smba do Rio de Janeiro e São Paulo: Quinho – Acadêmicos do Salgueiro; Marquinhos Artsamba – Estação Primeira de Mangueira; Igor Sorriso – Mocidade Alegre; Zé Paulo Sierra – Unidos do Viradouro; Wantuir Oliveira – Unidos da Tijuca; Evandro Malandro – Acadêmicos do Grande Rio; Diego Nicolau – Unidos de Padre Miguel; Gilsinho – Portela; Ito Melodia – União da Ilha do Governador; Tinga – Unidos de Vila Isabel e Águia de Ouro; Wander Pires – Mocidade Independente de Padre Miguel e Unidos de Vila Maria; Fredy Viana – Mancha Verde; Royce do Cavaco – Rosas de Ouro.

O Samba é Porta-Voz, soa como uma samba-enredo e começa como uma belíssima prece eclética que representa a beleza do sincretismo religioso sempre presente na cultura do samba e tão importante neste momento em que independente de qualquer tipo de convicção ou crença, a oração é um alento :

“Senhor, me diz o que fazer nesse momento/ Nos dê a paz, a luz do livramento/ Não quero sucumbir à escuridão
Senhor, nos de um rumo, um prumo, a fé me guia/ Axé, Amém, Shalom, Salve Rainha/Que a mão de Deus vai nos abençoar

Agô por tanta ingratidão/ Perdão pro mundo se salvar/ Agô meu velho, Atotô!/ Oh Santo Lázaro, nos perdoai!”

Seguindo a belíssima letra de o Samba é Porta-Voz, descreve a situação do mundo atual, “doente, descrente de tudo” e que leva a “decadência” da própria humanidade “por falta de amor” . Uma reflexão profunda para uma necessária mudança de atitude que é invocada no verso seguinte: a necessidade de esquecer a ganância e combater todo tipo de discriminação e desigualdade

“De um mundo doente, descrente de tudo/ Sofre decadente por falta de amor/ Crianças, pretos, brancos, favelados/ Patrões, idosos e desempregados/ Caminham juntos sob a ganância”

A importância da responsabilidade dos governantes também se faz presente no Samba é Porta-Voz: de maneira muito inteligente Dudu Nobre, Diego Nicolau e Zé Paulo Sierra clamam pela consciência dos representantes do povo para que não se deixem levar pela ignorância para que o Brasil possa vencer esta batalha:

“Desgovernados” pela ignorância/ Oh Mãe Gentil, que sejas nossa consciência/ Levando toda essa demência/ pra longe do Brasil

Por fim, o Samba é Porta-Voz, convoca o povo a união, a solidariedade e responsabilidade “lavando a alma, a mente e as mãos”:

É hora de unir, somos irmãos/Lavando a alma, a mente e as nossas mãos/ Se o mundo precisa de cada um de nós/ O samba é porta-voz!

Confira o vídeo na íntegra e acompanhe a beleza da letra do Samba é Porta-Voz:

O Samba é Porta-Voz
(Composição:Dudu Nobre, Diego Nicolau e Zé Paulo Sierra | Produção musical: Maestro Duzinho Soares | Produção e Edição: Renê Oliveira – Leme Filmes

Senhor, me diz o que fazer nesse momento
Nos dê a paz, a luz do livramento
Não quero sucumbir à escuridão
Senhor, nos de um rumo, um prumo, a fé me guia
Axé, Amém, Shalom, Salve Rainha
Que a mão de Deus vai nos abençoar

Agô por tanta ingratidão
Perdão pro mundo se salvar
Agô meu velho, Atotô!
Oh Santo Lázaro, nos perdoai!

De um mundo doente, descrente de tudo
Sofre decadente por falta de amor
Crianças, pretos, brancos, favelados
Patrões, idosos e desempregados
Caminham juntos sob a ganância
“Desgovernados” pela ignorância
Oh Mãe Gentil, que sejas nossa consciência
Levando toda essa demência
pra longe do Brasil

É hora de unir, somos irmãos
Lavando a alma, a mente e as nossas mãos
Se o mundo precisa de cada um de nós
O samba é porta-voz!

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome