mulheres-do-zeca-textoDorina, Nilze Carvalho, Tia Surica, Renata Jambeiro, Bia Aparecida, Dayse do Banjo, Janaína Moreno. O que elas tem em comum?

Além da voz, do amor pela samba, elas fazem parte de uma espécie de fã clube diferente, em forma de bloco de carnaval, montado para um sambista que é parte da história da cultura brasileira: Zeca Pagodinho!

A ideia partiu da sambista Dorina, que após entrevistar o grupo musical Mulheres de Chico, que homenageia Chico Buarque, resolveu montar o Bloco “Mulheres do Zeca” para homenagear o amigo de longa data, não apenas pelo seu talento, mas também pelo exemplo de humanidade que sempre dá, como, recentemente, quando ajudou vizinhos na enchente que atingiu o município de Xerém, no Rio! Lançou a ideia nas redes sociais e foi sucesso absoluto, com várias pessoas querendo participar, homens e mulheres, o que deixou a sambista particularmente feliz!

Após algumas conversas e até reuniões on line, juntaram-se então à Dorina, Nilze Carvalho, Tia Surica, Bia Aparecida, Renata Jambeiro, Dayse do Banjo e Janaína Moreno, partilhando dos mesmos ideais, demonstrando a vontade de unir a admiração por Zeca o desejo de homenagear o sambista, o próprio samba e a mais popular das festas brasileiras: O Carnaval.

Estava formado o Bloco Mulheres do Zeca!

Desfilando nos sábados de Carnaval desde 2013, no Parque de Madureira, o Bloco ganhou adeptos, fãs e a fama de ser um dos mais charmosos blocos da Zona Norte do Rio de Janeiro, com qualidade musical refinada, afinal, o repertório é composto pelos sucessos do próprio Zeca, trazendo composições que o cantor fez com amigos e parceiros, além de interpretações e até canções inéditas apresentadas pelas sambistas que esbanjam talento.

De sua parte, Zeca Pagodinho, diz-se honrado com a homenagem e muito feliz por saber que tem como fãs, pessoas que ele admira e que também são grandes cantoras e compositoras. Segundo Dorina, quando soube da existência do Bloco, o Zeca ligou para ela aprovando a ideia.

O que talvez as Mulheres do Zeca e o próprio Zeca não esperavam, era que o bloco deixasse de ser apenas um espetáculo de Carnaval para se transformar em um espetáculo musical!

O sucesso do bloco Mulheres do Zeca conquistou o público que pediu bis: Foi então preparada uma apresentação especial do Espetáculo Mulheres do Zeca, no Centro Cultural João Nogueira (antigo Imperator) no Méier, com platéia lotada: um show cheio de alegria, talento, beleza e claro, do samba do subúrbio, das rodas inesquecíveis, que contagia, inspira, faz a gente esquecer todo resto e viajar na melodia!

Assim, o bloco, que virou espetáculo, revela-se como um jeito diferente de mostrar o respeito e admiração pelo Samba e seus mais ilustres personagens: desde o homenageado artista Zeca Pagodinho, às encantadoras intérpretes, compositoras, cantoras e não menos admiráveis “Mulheres do Zeca”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome