Tantinho da Mangueira, morreu neste domingo de páscoa 12/04/2020 aos 72 anos segundo nota de falecimento emitida pela Estação Primeira de Mangueira que destacou a imensa tristeza pela morte do baluarte e grande compositor Tantinho da Mangueira:
“Uma perda enorme para a Estação Primeira e para o samba”, escreveu a Mangueira.

Tantinho na verdade era Devani Ferreira, frequentador assíduo das rodas de samba de partido-alto da comunidade da Mangueira como as rodas de samba do Buraco Quente, do Chalé e Três Tombos.

Nascido e criado no Morro da Mangueira, Tantinho cresceu no meio do samba e se orgulhava de ter convivido e aprendido muito com sambistas renomados como Cartola, Carlos Cachaça, Nelson Cavaquinho, Dona Neuma, Pandeirinho, Geraldo das Neves entre outros.

Consternado, Ivo Meirelles que já foi presidente da Estação Primeira de Mangueira, declarou: “O samba raiz perde um enorme expoente e a Estação Primeira perde muito de sua memória musical. Tantinho era a pessoa que eu conhecia que mais sabia dos sambas de terreiro da Mangueira… uma referência pra mim”.

A causa da morte de Tantinho da Mangueira não foi divulgada e em função da pandemia do coronavírus, a família ainda não divulgou como será organizado o velório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome