A Mancha Verde é campeã do carnaval pela primeira vez. Com um enredo que levou para a avenida a história da escravidão no Brasil, a partir da vida da princesa Aqualtune, avó de Zumbi dos Palmares que foi escravizada e se tornou um dos maiores símbolos da resistência e luta pela liberdade dos negros, a Mancha Verde garantiu o título. Para a Escola, o desfile demonstra também a importância da multirracialidade brasileira para que se garanta o respeito e se combata o preconceito: “italianos, negros somos todos iguais, somos todos brasileiros” disse um integrante da Mancha. Para a rainha Viviane Araújo que veio à frente da Bateria da Mancha Verde vestida de Guerreira Africana e comemorou muito o título.


DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome