Quem é ele que toca, compõe, canta e encanta?

Ao lado de Moacyr Luz, João Martins escreve uma espécie de auto-biografia em forma de verso. Assim, ele se define:
Sou o João que corta o driblador/ não é o João da Bossa é o do tambor… meu pai me deu Martins, um cavaquinho e um agogô por isso sou joão, compositor! (…) Sou o João fogueira de Xangô, não tão calado João provocador/ João de Barro é carinhoso, também sou João do Amor, João do carnaval não leve a mal, eu sou. A mão que escreve eu sou um tocador… Meu pai tocou de prima na retina me ensinou por isso sou João, compositor!

Com dois cds lançados inúmeras músicas compostas, ele, que foi criado no meio das rodas de samba, conquistou a confiança do público a pouco mais de cinco anos e, é uma das grandes promessas do Rio de Janeiro para uma nova safra de sambistas de qualidade, que certamente escreverão se nome na história do Samba Brasileiro.

Confira um pouco mais sobre João Martins, nesta entrevista exclusiva do Portal Sambando.com!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome