“Sou carioca, sou de Madureira/ A tabajara levanta poeira/ Pra essa festa maneira meu bem me chamou/ Lá vem Portela malandro, o samba chegou!”

O refrão de um dos mais belos enredos da Portela, virou uma espécie de bordão que revela a riqueza de um dos berços do samba carioca: A Quadra da Azul e Branco, o Ninho da Água em Madureira.

Em dias festivos, a Rua Clara Nunes é tomada por gente de todas as idades, vestidos de Azul e Branco como uma energia positiva e uma alegria que é contagiante.

O aniversário de noventa e dois anos da Portela, mais uma vez foi marcante e a comunidade declarou o seu amor pela Escola, em uma festa cheia de convidados especiais e de momentos emocionantes. O Enredo da escola na ponta da língua, o samba na ponta do pé a felicidade de ser Portela estava presente em cada olhar, em cada sorriso. Todos queriam brindar, cantar parabéns e declarar o seu amor!

Chegar aos quase 100 anos, com esta força, esta empolgação e despertando tanta paixão, certamente não é para qualquer um.

E a receita para tanta vitalidade, a comunidade não esconde: muito samba no pé, muita garra e muita alegria de viver.!

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Por favor, digite seu nome