</FRAME>
GRUPOS E BANDAS
home o samba grupos e bandas

Nesta coluna você fica conhecendo a história dos grupos e bandas consagradas bem como daquelas que estão começando agora. Aqui você pode divulgar sua banda para o mundo!!

 
 
 

 
HISTÓRIA:
 

                   

          No início eram sete garotos e se chamavam Revelação do Samba, que depois viria a mudar de nome, hoje o Pixote é formado por cinco integrantes. Douglas Fernando Monteiro (06/08/78), o Dodo no vocal. Thiago Carvalho Santana (19/06/84), o Thiaguinho nos teclados. Clayson Rangel Batista (13/12/78), o Mineirinho no violão. Agnaldo Nascimento Apolinário (17/05/77), o Tiola Chocolate no tan tan e completando a turma está Eduardo Pereira Pacheco (06/06/79), o Dú no pandeiro.

        O primeiro trabalho foi a participação do grupo na coletânea Pagode de Primeira, onde colaboraram com as canções Sonho Real e Sonho de Poeta. Em 1996, finalmente lançavam o primeiro disco, Brilho de Cristal, aonde o grupo estourou com a faixa de mesmo nome e com Cada Um Cada Um, principalmente no interior e na capital paulista.

        O segundo CD, Tão Inocente, sai no embalo do sucesso do trabalho anterior e acaba por alavancar seis sucessos nas paradas. Mais do que isso, dá definitivamente nome aquilo que antes era uma promessa e acaba por conseguir que o Pixote de o maior passo de sua carreira, assinando contrato com a gravadora Continental East West, aonde lançaram a terceira obra de sua carreira, Tá Bom Demais, contam com a produção cuidadosa do Bira Hawai, além do seu próprio talento.

        Mas nem tudo foi fácil na carreira destes meninos. Apesar de nunca terem pensado em desistir, como afirma Edu, "o pixote é nossa vida", tiveram muitas dificuldades, principalmente no início de carreira. Douglas, por exemplo, era atendente do McDonalds, e como desde pequeno sempre gostou de cantar, foi se iniciar em festas da família, na escola, entre amigos, até chegar a banda. Tiola se formou na roda de amigos, nas horas de folga, enquanto não vendia autopeças. Mineiro tocava serestas com seu pai, sua grande escola, enquanto apresentava aos turistas a cidade de Ouro Preto/MG, onde era guia. Tiaguinho com apenas cinco anos aprendia a tocar reco-reco, a partir daí se interessando por outros instrumentos, e aos quase sete anos começou a tocar teclado no Pixote, instrumento do qual ainda até hoje faz conservatório musical. O rapaz dá ainda os louros de professor ao seu irmão Tetê, com quem diz ter aprendido tudo de música.

        A influência musical do grupo foi basicamente de Samba e MPB. Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho e até um bom sertanejo são citados como moldadores do estilo da banda. Tiaguinho diz ainda que pessoalmente, o que mais lhe influenciou, foi o grupo de samba de seu pai.

       Os ídolos deles são: Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Martinho da Vila, 14 bis, Windsier, Emílio Santiago e Djavan. Mineiro diz ainda que é fã do forrózinho bem feito.
Definem seu estilo musical como samba de roda, romântico, meio Fundo de Quintal, gostoso de ouvir, relax, que embala os passistas e toda a moçada para cair na folia.

       Existem três momentos especiais na carreira destes garotos, momentos inesquecíveis desta explosiva trajetória, que em apenas sete anos os fez conhecidos em praticamente todo o Brasil. Douglas, Tiola e Edu lembram como se fosse ontem do momento em que gravaram seu primeiro CD, segundo eles o passo mais importante para sua carreira. Tiaguinho por sua vez lembra do primeiro show, na primeira vez que viu o público cantar suas músicas e por último, mas não menos importante, Mineiro diz que o que guardará para sempre é a gravação do seu primeiro trabalho pela Continental East West.

       Com exceção de Douglas que aponta Tá Bom Demais como o álbum mais marcante, por ser um trabalho especial, feito com uma super produção, repertório que está marcando a carreira e os tornando conhecidos a nível nacional, todos os demais são unânimes em afirmar Brilho de Cristal como o mais especial, exatamente por ter dado o pontapé inicial nesta carreira de sucesso.

       Shows eles já fizeram diversos. O maior deles, e o mais emocionante na opinião da grande maioria da banda é o realizado no CERET - São Paulo para mais de 100 mil pessoas. Tiola lembra ainda o show realizado durante a Copa do Mundo de 94 no Ginásio do Ibirapuera. E qual a música que marca o grupo? Sim, porque deve ter alguma em especial, aquela que os projetou, ou então a de maior sucesso. Qual é? Na verdade são três: Brilho de Cristal, a preferida, e as ainda lembradas Saudade de Nós e Beijo Doce.

       O Pixote, como toda molecada, também faz travessuras, se mete em encrenca e tem histórias para contar. Por exemplo, Tiola lembra que no citado show do Ginásio do Ibirapuera na saída, o grupo ficou mais ou menos 40 minutos dando autógrafos e quando foi a hora de entrar na perua Kombi, ela enguiçou na partida , eles tiveram de descer empurrar a mesma e se tornaram alvo de gozação das fãs. Mineiro lembra do dia em que fizeram um show no interior paulista, e ao chegar no hotel, ao entrar no quarto, se deparou com uma fã lhe esperando só de calcinha. Para surpresa dela, o rapaz estava acompanhado do empresário que depois de muita conversa, de ganhar autógrafo e tirar fotos, foi convidada a se retirar. Douglas lembra que após o término de um show , o grupo estava se preparando para entrar no ônibus, quando as fãs na maior euforia invadiram o camarim. Foi o maior tumulto, todos saíram arranhados, com as roupas rasgadas, uma loucura total. Já Tiaguinho lembra do dia em que estava super cansado, há alguns anos atrás, depois de um show, entrou no ônibus e foi dormir no último banco. Quando acordou, levou um baita susto: tinham esquecido dele, que foi parar no pátio da empresa transportadora. Finalizando, Edu lembra a surpresa que as fãs fizeram no seu aniversário. O surpreenderam com um bolo, presentes, no camarim após o show. Uma baita festa. Ele adorou.

       Agora com o terceiro cd lançando "Idem", o que sobra para os garotos, é muita vontade de trabalhar. Eles planejam o futuro, querendo ter uma boa condição de vida, que possam comprar casas para seus familiares, ter uma situação financeira satisfatória, sucesso, conseguir reconhecimento em todo o Brasil e até fora dele. Mas de uma coisa eles não abrem mão: de continuar cantando, tocando, fazendo sua música, e do carinho das fãs, o grande móvel desta carreira empolgante e que ainda tem muito a dizer, afinal, eles ainda são pixotes. Boa sorte garotos.

.
,
       Antes mesmo de se abrirem as cortinas do palco para o show de gravação do DVD e CD que comemorou os quinze anos de carreira do grupo Pixote, eles já mostram ao que vieram. Gravado ao vivo no Nação Tan Tan - SP, em julho de 2007, o espetáculo de abertura já nos aponta para uma produção esmerada, com a imagem dos cinco integrantes do grupo projetada na cortina em perfeita nuance. Dodô (voz), Thiaguinho (teclado), Du (pandeiro), Mineirinho (violão) e Tiola Chocolate (tan tan) se cercaram de profissionais da melhor qualidade, o som e a luz são impecáveis, o figurino é elegante e o cenário luminoso com motivos africanos cai como uma luva para toda a explosão dos tambores que não deixa a platéia quieta até o último
acorde.

 

Para saber como contratar o Grupo Pixote, preencha o Formulário abaixo:

 
 
Nome:
E-mail:
Cidade:
Estado:
  
Informações Adicionais :
..

                                    
.

 



CD's LANÇADOS:
 

     
     

Pagode de ouro
(Coletânea)

15 anos Descontrolado
Vamos nessa Pira Brilho de Cristal Idem Bom Demais Tão Inocente


 

       DEIXE SEU RECADO
        PAPEL DE PAREDE
 

 

 
.

 
© Sambando Produções - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado ou reescrito sem prévia autorização.