</FRAME>
GRUPOS E BANDAS
home o samba grupos e bandas

Nesta coluna você fica conhecendo a história dos grupos e bandas consagradas bem como daquelas que estão começando agora. Aqui você pode divulgar sua banda para o mundo!!

 
 
 

 
HISTÓRIA:
 

                   

Picolé cresceu ouvindo os acordes dos violões de seus tios Élcio, Hélio e ainda pôde curtir o som do acordeon de seu avô Joaquim. Autodidata, um dia resolveu ousar nas cordas do cavaquinho e, em pouco tempo assumiu o banjo como seu instrumento preferido. Foi com ele, aliás, que tocou durante seis anos no conceituado Pagode da Tia Doca, uma das tradicionais rodas de samba cariocas, então realizada na Associação de Oswaldo Cruz, sob o comando da famosa pastora da Velha-Guarda da Portela. Foi ali que fez uma espécie de universidade do samba, acompanhando e conhecendo nomes como Beth Carvalho, Zé Ketti, Arlindo Cruz, Monarco e Mauro Diniz, entre outros, até gravar sua primeira música, em 1993, no CD de Jorge Aragão (Como um Rei), onde acabou por estrear também como músico de estúdio, tocando banjo. De lá pra cá, Picolé também esteve no horário nobre das novelas globais.

A primeira foi em Suave Veneno, quando embalou as cenas da espevitada personagem de Nívea Stelmann. Numa das cenas o Kilocura participou com Eliete, a Menina do Bumbum Dourado (Nívea). Depois esteve em dose dupla na novela Celebridade: cantou o clássico verde e rosa Falso Amor Sincero (Nélson Sargento) e compôs Encaixe Perfeito, com Serginho Procópio, tema de Jacqueline (Juliana Paes), interpretado pelo grupo Swing & Simpatia. Investindo também na sua porção de
autor, Luiz Cláudio Picolé também já assinou sambas gravados, ente outros, por Zeca Pagodinho, Exaltasamba, Molejo, Negritude Jr., Sensação, Pique Novo e, mais recentemente, Maria Rita.

Enfim, depois de só músico, só compositor e integrante de um grupo, agora Luiz Cláudio Picolé lança seu próprio trabalho e realizando algo que já sonhava nos idos dos anos 80, quando formou com o amigo Charlles André (ex-Morenos), o grupo Semente do Amanhã, no subúrbio carioca de Guadalupe, e venceu um festival..

A paixão pela música, do puro e verdadeiro samba que se renova nos fundos dos quintais com o suingue dos bailes que leva casais a rodarem o salão. Esta rica união tem movido a carreira de Luiz Cláudio Picolé, revelação da nova geração do samba. Após despontar como compositor e também ter sido por anos uma das vozes do grupo Kiloucura, parte agora para sua carreira solo, mantendo vivas suas origens musicais com o CD Num Corpo Só.
Com produção e arranjo de Prateado, traz parcerias com bambas como Arlindo Cruz (Num Corpo Só), Altay Veloso (Coração Ateu), Carica (Da Massa), Gustavo Lins (Como Vai Você), Bandeira Brasil e Serginho Procópio (Cumplicidade), além do próprio Prateado (Me Usa).
Uma estréia na qual consegue colocar em prática suas influências musicais, que vão desde as raízes da Velha-Guarda da Portela e do Grupo Fundo de Quintal até o balanço de Jorge Ben-Jor, Copa 7, Bebeto, Banda Black Rio e Djavan.
Portanto, Num Corpo Só tem, como se diz nos bastidores musicais, “a cara” de Picolé. Dos partidos Da Massa e Vai Embora até românticas como Cumplicidade e Coração Ateu, além é claro, da música título.
A cada samba, a cada canção, as manhas do coração, da paixão:
a declaração de amor, o pedido para que a amada volte, o ciúme, a beleza da cabrocha.



CD's LANÇADOS:
 

   

        2008



PARA CONTRATAR ARTISTAS DE SAMBA E PAGODE, CLIQUE AQUI
 

Para saber como contratar Picolé, preencha o Formulário abaixo:

 
 
Nome:
E-mail:
Cidade:
Estado:
  
Informações Adicionais
(data, previsão de público, telefone de contato) :
..

                                    
.

 




        DEIXE SEU RECADO
        PAPEL DE PAREDE
 

 
.

 
© Sambando Produções - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado ou reescrito sem prévia autorização.