Neguinho da Beija Flor

“Olha a Beija-Flor aí gente”.  Quem não conhece o grito e o dono da voz marcante.

Neguinho da Beija-Flor, nasceu em Nova Iguaçu no dia 29 de junho de 1949 e se tornou um dos  sambistas brasileiros mais conhecidos no mundo, graças ao carnaval carioca: Desde de 1976, Neguinho é intérprete oficial da Beija-Flor.

Filho de um músico, ganhou um concurso aos dez anos de idade puxando um samba de Jamelão. Dono de voz potente e afinada, estreou como puxador de samba no bloco Leão de Iguaçu, em 1970, transferindo-se para a Beija-Flor de Nilópolis em 1975. Lá criou o bordão “Olha a Beija-Flor aí, gente!”, e continua no cargo até hoje.

neguinho-beija-flor-texto-sambandoLançou o primeiro disco em 1980, ao qual seguiram-se outros, com sucessos como os sambas-enredo “Os Cinco Bailes da História do Rio” (Silas de Oliveira / Dona Ivone Lara / Bacalhau), “Aquarela Brasileira” (Silas de Oliveira), “Sonhar com Rei Da Leão” (de sua autoria) ou sambas-canção, como “Nervos de Aço” (Lupicínio Rodrigues). Outros êxitos são “Ângela” (Serginho Meriti / Alexandre), “Divina” (Alexandre), “Magali”, “Esmeralda” e “O Campeão”, sua composição de maior sucesso, cantada em estádios de futebol (“Domingo eu vou ao Maracanã / Vou torcer pro time que sou fã”).

Ganhou o prêmio Sharp de 1991 na categoria “melhor cantor de samba”. É considerado um dos mais carismáticos intérpretes do Carnaval carioca. Em 2005 lançou seu primeiro DVD , na Cidade do Samba, contando com a presença de Sandra de Sá e dos puxadores das escolas de samba.

Neguinho lutou contra um câncer do intestino em 2008. Casou-se com Elaine Reis no dia 23 de fevereiro de 2009 no Sambódromo da Marquês de Sapucaí , poucos minutos antes de cantar no carnaval. O casamento foi transmitido pela rede globo na cobertura do carnaval.

Neguinho foi enredo de quatro escolas:Unidos de Manguinhos em 1991; da Independentes de Cordovil no ano de 1992 e da Leão de Nova Iguaçu e Juventude Imperial em 2010. Há algum tempo atrás, Neguinho manifestou o interesse de ser candidato a prefeito de sua cidade natal. Embora, ele não tenha firmado nenhum acordo formal, já foi procurado por alguns partidos políticos, dentre os quais o PSC e o PC do B , mas no entanto desistiu de ser candidatar a prefeitura da cidade onde nasceu.

Sobre a emoção e a empolgação, que leva todo ano de volta a avenida, explica: “A gente tem que gostar do que faz”. Para Neguinho estar na avenida é como disputar uma copa do mundo.

Deixe seu recado