as 10 rodas de samba mais tradicionas do rio de janeiro 620x420 - As 10 rodas de samba mais tradicionais do Rio de Janeiro

As 10 rodas de samba mais tradicionais do Rio de Janeiro

As rodas de samba fazem parte do cotidiano do carioca. A magia do samba sempre esteve no encontro, no canto marcado na palma da mão que faz da roda de samba, uma manifestação única, uma reunião acústica que aproxima o povo da roda onde o show, não é de um e sim de todos.

Confira as 10 rodas de samba mais tradicionais do Rio de Janeiro:

1 – Samba do Trabalhador

A mais de dez anos Moacyr Luz  monta a roda e coloca a galera prá sambar nesta que se tornou uma das mais populares rodas de Samba do Rio de Janeiro. Detalhe: ela acontece em plena segunda-feira e está sempre lotada:

Aos pés da Caramboleira, no varandão do Renascença Clube no Andaraí, faça chuva ou faça sol, a galera se junta para cantar os melhores sambas de todos os tempos, por lá além da presença constante e ilustre do mestre Moacyr Luz, sambistas consagrados se juntam a outros ainda no caminho do sucesso e todos cantam, dançam e se alegram juntos. Um ambiente cheio de energia positiva, harmonia e com a alegria do verdadeiro samba de roda.

2 –  Roda de samba do Cacique de Ramos

Um dos mais consagrados berços do samba carioca, o Cacique de Ramos não deixou perder a tradição das rodas de samba que lançaram grandes nomes da música nacional. Neste lugar místico, na quadra do Cacique de Ramos sob as bençãos da Tamarineira a roda se forma todo domingo  as 17h e, no terceiro domingo de cada mês, a Feijoada é Sagrada. Dali, além de Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Jorge Aragão e tantos outros nomes já consagrados do samba, também vieram o Grupo Bom Gosto e muitos outros.

3 –  Beco do Rato

No boêmio bairro da Lapa, num beco aos pés da Ladeira de Santa Teresa, bem ao lado dos Arcos da Lapa, um pequeno Bar preserva uma tradição de rodas de samba. Ali Beth Carvalho, Wilson Moreira,  Moacyr Luz e muitos outros nomes do samba, entoaram seus cantos.  Hoje o Beco do Rato continua com programação intensa de música ao vivo durante toda a semana.

As rodas de samba  acontecem de terça a domingo e tem sempre uma boa atração entre nomes ainda pouco conhecidos e outros já consagrados que costuma ir ao Beco do Rato relembrar os velhos tempos…

4 –  Pedra do sal

O Largo João da Baiana, aos pés do Morro da Conceição onde se encontra a Pedra do Sal, é palco de animadas rodas de samba as segundas e sextas-feiras principalmente.

A tradição que começou como um refúgio para negros, escravos ou brancos pobres, se perpetuou pela história e até hoje, na Pedra do Sal, faça chuva, faça sol, a tradição das rodas de samba continua firme e a  roda é democrática,  não existe cobrança de ingresso, nem lugar reservado. Todo mundo pode chegar, cantar, dançar ou simplesmente escolher um canto, na pedra, na escadaria, para sentar e fazer uma viagem no tempo ao som do bom e velho samba.

5 –  Vaca Atolada

Berço da boemia Carioca, a Lapa reserva grandes surpresa entre suas ruas. Uma delas é bar de nome inusitado “Vaca Atolada” que, além do tradicional prato de carne cozida com mandioca que deu o nome ao recinto, tem o bom samba de raiz como prata da casa,  surpreende o público com noites de alegria e rodas de samba muito animadas às sextas-feiras e aos sábados a partir das 18:30h.

Por lá é possível encontrar os tradicionais malandros cariocas, com seus chapéus e ternos de linho a demonstrar o verdadeiro samba no pé.

6 – Samba do Nem da Tia Doca

O Samba do Nem Tia Doca já acontece a mais de 20 anos. O famoso “Quintal da Tia Doca”, em frente a linha do trem entre Madureira e Osvaldo Cruz, não e só um quintal, um terreiro,  é um reduto de sambistas que irradia alegria, energia, onde todo mundo que é do bem, é bem vindo para cantar, dançar, sambar, reunindo compositores novos e sambistas consagrados em torno de um repertório de samba inesquecível! Acontece todo domingo a partir das 18h;

7 – Samba da Ouvidor

A rua Ouvidor,  fica repleta de mesas, cadeiras e muito samba em dois sábados por mês em função da tradicional  Roda de Samba da Ouvidor que acontece sempre na esquina da Rua Ouvidor com a Rua do Mercado.

Além de trazer mais alegria e mais vitalidade para o centro no sábado, transformando o lugar. Hoje a Praça XV, muito em função da roda de samba, foi revitalizada e oferece inúmeras alternativas culturais e gastronômicas sendo frequentada por gente de todas as idades.

8 – Pedeteresa

A Roda de Samba PedeTeresa foi criada em novembro de 2013 e acontece toda semana,  no  Espaço XV – (Arco Do Teles),  sempre as quartas feiras as 18h,  mantendo o respeito e a tradição pelo bom e velho samba de roda, uma das principais e mais autênticas manifestações culturais brasileiras. Na roda de samba PedeTeresa, tem uma saborsa mistura do samba tradicional com o samba contemporâneo onde canções de grandes e consagrados sambistas dividem espaço com compositores das novas gerações sempre com muito alto astral. Um espaço democrático onde todo mundo é bem vindo.

9 – Samba na Calçada de Madureira

O Samba na Calçada de Madureira,  leva o público a passear pelo choro, samba de raiz, samba-rock, pagode e partido alto reunindo sambistas de diferentes regiões do Rio de Janeiro; A rua Francisco Batista fecha toda sexta-feira, a partir das 19h e, para embalar a roda de samba, sucessos de grandes ícones do samba como  encontro musical gratuito voltado ao samba, Candeia, Dona Ivone Lara, Paulinho da Viola, Mario Sérgio, Douglas Sampa, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, João Nogueira e Jovelina Pérola Negra.

No bairro místico de  Madureira berço da Portela e do Império Serrano, o samba aproxima, aquece os corações e promove um valioso encontro entre as pessoas.

10 – Roda de Samba Gloriosa

Esta não poderia ficar de fora: a GLORIOSA é a tradicional Roda de Samba realizada todo terceiro domingo do mês na Praça da feira Popular da Gloria, uma iniciativa do Bloco carnavalesco Arteiros da Gloria, do Músico PAULÃO 7 CORDAS e do Grupo de Samba da Mesa. Mantendo a tradição dos velhos tempos, a Roda de Samba Gloriosa trás sambas de Candeia, Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Geraldo Pereira, Noel Rosa entre outros. É gratuita e sempre reúne um bom público.

Estas são apenas algumas das inúmeras rodas de samba que acontecem de segunda a segunda no Rio de Janeiro. Para ver outras rodas, CLIQUE AQUI e confira a programação completa das rodas de samba do Rio de Janeiro na Agenda do Samba!

Confira também:

2 comments

  1. Jonas 11 Janeiro, 2018 at 12:56 Responder

    Gloriosa com a Mesa da Diretoria vai está terça feira de Carnaval as 21 horas na Casa Franca Brasil. Momento em que seremos gravado pelo Globo Newes. Só pra registrar.
    Jonas Arteiros da Glória

Deixe seu recado

porntt free porn adultpicsxxx.com